LIVROS

LIVROS
CLIQUE SOBRE UMA DAS IMAGENS ACIMA PARA ADQUIRIR O DICIONÁRIO DIRETAMENTE DA EDITORA. AVALIAÇÃO GOOGLE BOOKS: *****

sábado, 1 de setembro de 2012

IV – Exu e Getúlio, Jango e Jânio?

Em 24 de Agosto de 1954 - dia de todos os exus do Candomblé -, Getúlio Vargas, presidente do Brasil, suicida-se com um tiro no peito, em seus aposentos no Palácio do Catete, sede da Presidência da República no Rio de Janeiro, deixando à história uma imagem controvertida: às vezes era “O Pai dos Pobres” (título inspirado no Livro de Jó, do Antigo Testamento), outras um ditador de inspiração fascista, à maneira de Mussolini. Em sua carta-testamento, sob intensa pressão política, gravou a histórica frase: “saio da vida para entrar na história”.
No dia 25 de agosto de 1961, Jânio Quadros renuncia à Presidência, deixando o poder nas mãos de um político de pensamento sindicalista e fantasia de caudilho, João Goulart. A caserna não suportou a movimentação das massas nas mãos de Jango, e em 1964 tomou as ruas e a República com um golpe que teve o famoso comício (de Jango) da Central do Brasil e o discurso do deputado Moreira Alves como fachada. Em sua carta-renúncia, entregue a ministro Pedroso Horta, Jânio reclama de “forças terríveis”, conspiratórias. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.